segunda-feira, 6 de abril de 2009

Neuroma de Morton.

O neuroma de Morton (também conhecido como neurite interdigital) é um neuroma benigno no nervo plantar interdigital. As causas ainda não estão definidas, embora se acredite que a anatomia associada à compressão local e a diminuição do suprimento de sangue estejam relacionadas ao sofrimento do nervo. Os traumatismos nos pés em decorrência de acidentes também são descritos como possíveis causas de neuromas nos pés. As compressões dos nervos digitais como nas bursites, cistos, fraturas e cicatrizes também podem provocar compressões nos nervos digitais. Os neuromas também são descritos associados aos excessos da corrida ou da caminhada. Embora seja chamado de neuroma, muitos não o consideram um tumor verdadeiro, mas um espessamento do tecido existente. Os sintomas do neuroma de Morton incluem dor ao suportar o peso do corpo, geralmente depois de apenas um período curto de tempo. Também pode-se sentir dormência, queimação e parestesia. A dor que aparece na planta do pé é o sintoma mais freqüente e você pode sentir também uma área de anestesia irradiada para os dedos, acompanhada ou não de queimação. Pode ser desencadeada após alguns minutos ou vários quilômetros de corrida em superfícies rígidas, ou pelo uso de calçados muito apertados e de saltos altos. Pode haver também um dolorimento entre os dedos afetados pelo neuroma. Tipicamente o terceiro espaço entre o terceiro e quarto dedos é afetado. Sinais negativos incluem deformidades não evidentes, eritema, inflamação ou limitação de movimento. Pressão direta entre as cabeças metatarsais replicará os sintomas. Há outras causas possíveis para a dor na parte frontal do pé, como por exemplo capsulite. Adicionalmente, bursite intermetatarsal também pode ocasionar sintomas semelhantes ao neuroma porque coloca pressão no nervo. (Veja mais clicando no título da postagem)

5 comentários:

luiz antonio disse...

Bom dia!
No ano passado (set/2009) após consulta médica me foi diagnosticado o Neuroma de Morton (pouco me incomodava mas era seu início). Fiz duas infiltrações com o médico mas o resultado foi zero e de nada adiantou. Passado um ano, o neuroma se apresenta mais dolorido e me incomodando muito (mesmo sem usar calçado apertado [uso mais chinelo e ando descalço]) e irradiando dores musculares pela panturrilha, coxa e glúteo. Fiz fisioterapia, massagens e uso de antinflamatórios mas também sem resultados positivos, apenas paleativos. Para ter uma idéia resolvo o problema andando pois parado ao levantar a perna tende a doer, principalmente atráz do joelho. Que devo fazer? Agradeceria se pudesse me sugerir algo?
Atenciosamente
Luiz Antonio (60 anos)

Leonardo Sapucaia disse...

O tratamento inicial do neuroma de Morton é direcionado para a mudança de hábito, quanto ao uso de calçados, dando preferência ao uso de salto menor e bico mais largo, sendo também instituído uso de antiinflamatórios não hormonais e fisioterapia de alongamento da fáscia plantar e flexores dos dedos. Métodos de analgesia e antinflamatórios devem ser associados para auxílio à regressão do processo. Podem ser usadas, como coadjuvante, palmilhas para supressão de carga na região acometida. Também pode ser utilizada injeção de esteróide para produzir alívio da dor e inflamação, a qual pode durar de semanas a meses e quando o tratamento conservador falha, outros métodos podem ser utilizados, incluindo a liberação cirúrgica do ligamento metatarsal transverso para descompressão. O método cirúrgico é a única maneira definitiva de acabar com os sintomas , desde que sejam descartados os diagnósticos diferenciais e os tratamentos conservadores. A ressecção cirúrgica do neuroma e do segmento envolvido do nervo é o tratamento que conduz aos melhores resultados segundo vários autores, inclusive eu. Espero poder ter ajudado e obrigado pela visita.

Anônimo disse...

Boa noite
Há um ano foi-me diagnosticado Neuroma de Morton, não em um, mas nos dois pés!!! Nunca fiz nenhuma atividade física ou esprorte que pudesse desencadear os mesmos; tãopouco usei sapatos apertados ou de bico estreito.
As dores estão ficando piores, a cada dia sinto-me mais limitada pois sinto também muita fadiga ao caminhar, além da dor.
O ortopedista que fez o diagnóstico disse-me que a cirurgia é a melhor alternativa. No entanto existe risco de lesar algum nervo e ficar com alguma sequel. Estou muito ansiosa! O que me sugere?
Desde já muito obrigada.
Cordialmete
Cristina

Geovani Freitas disse...

Fui diagnosticado com neuroma de morton em Fevereiro/2008, fiz todos os tratamentos recomendados pelo ortopedista na época, fisioterapia, palmilhas feitas sob encomenda, palmilha de silicone, infelizmente não funcionou e precisei fazer a cirurgia. Fiz em 19/03/2009, seis meses depois comecei a apresentar os mesmos sintomas, novos tratamentos, fisioterapias, palmilhas, nada, no último dia 07/09/2012 me submeti a nova cirurgia para retirada do neuroma, estou em recuperação ainda, acho que dessa vez a cirurgia corrigiu, já sinto alívio ao pisar, embora ainda esteja andando com muletas.

Leonardo Sapucaia disse...

A cirurgia está indicada nos casos em que o tratamento convencional não obteve êxito. Espero que você se recupere plenamente e qualquer dúvida nossa equipe está à disposição. Obrigado.